Batidas

Tem dias em que elas são fortes transmitindo a vida em cada batida, a momentos em que as sinto fraquejar como se sua força fosse se extinguir.

Mas assim são elas inconstantes.

Mas tem aqueles dias em que cada batida existe uma dor latente que insiste em me tirar a lógica e me atira a loucura.

As palavras me escapam levando a dor, as batidas diminuem, sinto me entorpecendo. É como se algo sugasse minha vida e acima de tudo a felicidade. As cores somem, tudo escurece e em meio aquela solidão as batidas continuam fracas, mas batendo, demora, mas com o tempo elas vão ganhando ritmo, as cores voltando e a vida continua a existir, não é fácil o importante é que continua.

-Rhana Leal